Husky Siberiano

O Husky Siberiano é um cão de trenó há muitos séculos. Ele veio para a América no início de 1900 e rapidamente se tornou uma das raças mais populares entre os condutores de cães do Alasca.

O husky é o cão de trenó supremo – menor e mais rápido que o Malamute e capaz de percorrer distâncias muito maiores em velocidades mais altas.

O Husky Siberiano é naturalmente extrovertido e amigável e por causa destas caraterísticas ele não é o mais adequado para tarefas de vigilância ou guarda.

Ele também é uniformemente independente e tem um forte desejo de vagar. Os siberianos são propensos ao uivo comum, embora raramente latam de outra forma.

Eles são animais de carga e preferem a companhia de pessoas e outros cães também, embora tenham a tendência de ver cães e gatos menores como presas.

O Husky Siberiano foi reconhecido pelo American Kennel Club em 1930 como membro do Grupo de Trabalho.

Tudo Sobre o Husky Siberiano

História

O Husky Siberiano é uma raça bastante antiga que foi sofrendo uma evolução natural até se tornar o que é hoje.

Desde à milhares de anos que este tipo de cães servia para puxar trenós para transportar pessoas e alimentos nas condições extremas que são o frio da Sibéria pelos Chukchi, um povo que vive na região.

No final do século XIX, esta raça começou a expandir-se mais, saindo da Siberia para o Alasca, que até então era dominado pela Rússia, a qual foi a responsável por esta expansão.

Nessa altura tornaram-se uma espécie famosa pelas corridas de trenós que aconteciam no Alasca durante a corrida ao ouro, sendo assim uma forma dos mineiros se distraírem um pouco da sua tarefa pesada, monótona e isolada que era a extração de ouro no Alasca.

Sendo sempre um cão super confiável para o resgate de pessoas, essencialmente em tempestades de neve, foram ficando cada vez mais populares por diversos feitos que iam fazendo ao longo do tempo ao salvar pessoas.

Hoje em dia são dos cães mais populares e desejados, especialmente nos países mais frios, devido à sua resistência ao clima e pelo seu bonito aspecto.

husky siberiano temperamento

Temperamento

É um cão bastante alegre e divertido, normalmente são bem dóceis quando criados bem desde cachorrinhos e são ótimos para lidar com crianças também, sendo que devem sempre estar a ser supervisionados por adultos porque mesmo um cão dócil como um Husky bem educado pode aleijar uma criança devido ao seu porte.

Geralmente dá-se bem com outros cães também e têm um uivar caraterístico que se lhes é associado, semelhante a um lobo.

Veja também mais cães de grande porte:

Adestramento Husky Siberiano

Os proprietários de cães Husky afirmam que seus cães têm a capacidade fazer tudo o que lhes é dito através de comandos num centro de adestramento, mas quando voltam para casa ignoram tudo o que aprenderam, apenas para ligá-lo novamente quando voltam para a próxima aula.

Esta raça é notoriamente difícil de treinar e geralmente não é adequada para os donos da primeira vez.

Eles exigem liderança firme e 100% de consistência quando se trata de limites e aplicação de regras.

Os seus olhos expressivos podem ser usados ​​para manipular as pessoas mais “moles” da casa, então todos os membros da família também devem ser “treinados” para serem consistentes com as regras e liderança.

husky siberiano filhote

Saúde e Cuidados a Ter

Os cuidados que se devem ter prendem-se mais a deixar o cão ter uma vida ativa e queimar a energia dele á vontade.

São cães perfeitos para se levar a uma caminhada ou corrida, podendo ser longa que eles dificilmente se iram cansar… Atenção aos puxões já que eles gostam de puxar a trela e são animais com bastante força ainda.

Eles também adoram brincar com pessoas e outros cães, por isso se tiver tempo não dispense umas brincadeiras com o seu companheiro ou então umas idas a um parque com cães.

Em termos de saúde, normalmente não têm qualquer problema sério, convém é que possa estar num ambiente não muito quente devido ás camadas densas e compactas de pêlo que tem.

A espetativa média de vida  é à volta de 10 a 14 anos.

Algumas das doenças mais comuns em cachorros desta raça são as seguintes:

  • Opacidade corneana cristalina;
  • Epilepsia;
  • Displasia coxofemoral;
  • Hipotireoidismo;
  • Catarata juvenil;
  • Osteocondrite dissecante;
  • Despigmentação nasal;
  • Granuloma eosinofílico oral;
  • Tumor basocelular;
  • Adenoma de glândula perianal;

Como pode imaginar, esta raça não se desenvolveu para suportar climas quentes, por isso caso viva num lugar com este tipo de condições ter um Husky Siberiano não será para si infelismente.

Caso ame mesmo o seu cachorro faça um pouco mais por ele, seguindo estas recomendações:

  • Verifique semanalmente os ouvidos em busca de sinais de infecção, irritação ou acúmulo de cera.
  • Limpe regularmente com um limpador veterinário aprovado e bola de algodão.
  • Escove os dentes pelo menos uma vez por semana para evitar o acúmulo de tártaro e combater a doença gengival.

E então, já ficou a saber mais sobre o Husky Siberiano, o seu temperamento, história, saúde, cuidados a ter, etc…?

Deixe em baixo nos comentários qualquer dúvida ou sugestão com que tenha ficado após a leitura do artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *