Gato Persa [Caraterísticas, Preço, …]

Historia do Gato Persa

O Gato Persa é desde sempre um dos gatos mais apreciados do mundo, até nos dias de hoje é assim. Desde que ele se mostrou na primeira exposição mundial felina que teve lugar em Londres, este gato foi sempre subindo de popularidade por todo o mundo.

Acredita-se que este gato tenha vindo da região da antiga Pérsia, onde um viajante italiano o trouxe para a Itália em meados dos anos 1500 e a partir daí se tenha espalhado pela Europa, sendo a França um dos maiores destinos, onde o chegou a ser chamado de “gato francês”.

Como já foi dito, com o tempo a sua popularidade foi aumentando cada vez mais, principalmente devido ás suas características como o pêlo longo e a cara achatada.

Enquanto alguns apoiam a separação em múltiplas raças consoante a sua cor, na América, todas as tonalidades de pelagem são consideradas persas.

Temperamento do Gato Persa

Muitos chamam este gato de “Móvel Peludo”, não sendo ele como muitos gatos que são ativos e estão sempre a andar de um lado para o outro. Se quer um gato assim, não tenha ideias de ter um gato Persa.

Este gato mesmo sendo muito calmo e parado gosta na mesma de brincar consigo enquanto não esta a descansar e gosta de ser acariciado por si e por toda a família.

Eles só se entregam completamente a si e aos seus comandos se você lhe der afeto e mostrar que se importa com ele.

Gato Persa

Foto de akk_rus

Saúde e Cuidados a ter com um Gato Persa

Este gato requer muito trabalho e dedicação, precisando de vários cuidados por isso esteja preparado se realmente quiser um gato desta raça.

Você precisa de escovar diariamente o seu pêlo e limpar os seus olhos também para que as secreções que saem deles não sujem o seu pêlo ou criem algum tipo de infeção.

Persa

Foto de akk_rus

Também deve todas as semanas limpar as orelhas e os ouvidos dele e escovar os seus dentes diariamente se possível para cuidar do seu hálito e de problemas que possam surgir.

Veja também mais raças de gatos:

Também pode cortar o seu pêlo, especialmente na zona do rabo para não ficar sujo com as fezes. Banhos ocasionais e ser bem seco, mesmo que ele não goste muito. É aconselhável que o habitue desde pequeno para ele não causar problemas.

ATENÇÃO: Muitas destas coisas devem ser pelo um profissional que saiba o que faz. Se você quer fazer em casa, peça ao seu veterinário que lhe ensine os princípios para o fazer.

Em termos de saúde, também costumam aparecer diversos problemas, por isso é aconselhado que vá regularmente ao veterinário, nem que seja só para um pequeno check-up ver se esta tudo bem com o seu bichano.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *