Cachorro Pode Comer Chocolate?

Cachorro pode comer chocolate? E se for branco?

Há um debate acalorado entre os foodies sobre se ou não chocolate branco é considerado chocolate.

Os amantes de chocolate branco dizem que sim e claro que é chocolate, mas os esnobes de chocolate são inflexíveis, dizendo não é.

Seja qual for a sua postura, não importa quando se trata da saúde do seu cão. A maior questão é: o chocolate  e chocolate branco é perigoso para o seu cão?

Veja então abaixo mais informações sobre se o seu cachorro pode comer chocolate e as nossas recomendações.

Porque é que Cachorro Pode Comer Chocolate ou Não…

A resposta curta à pergunta é não, o seu cachorro não pode.

O que torna o chocolate tóxico?

A “toxina” real no chocolate é uma substância química chamada teobromina. A teobromina é um estimulante semelhante à cafeína e, na medicina humana, é usada como diurético do coração, dilatador dos vasos sanguíneos e um relaxante muscular suave.No entanto, os cães não são capazes de processar a teobromina como os humanos podem, portanto, em doses grandes o suficiente, é perigoso para eles. A toxicidade da teobromina apresenta-se como:

  • Babando;
  • Vômito;
  • Diarréia;
  • Agitação;
  • Hiperatividade;
  • Pressão alta;
  • Frequência cardíaca elevada;
  • Tremores musculares;
  • Convulsões;

De todos os tipos de chocolate, o chocolate escuro tem a maior quantidade de teobromina.

cachorro pode comer chocolate

Chocolate branco também faz mal?

Chocolate branco contém teobromina, mas a quantidade por grama é tão baixa que um cão de tamanho médio teria que comer uma quantidade significativa de chocolate branco para adoecer (umas 200 gramas pelo menos).

Tendo isso em conta, sim ele faz mal mas não é o fim do mundo se ele comer um pouco, especialmente se o cão for de médio/grande porte, apenas se pode evitar, não dê…

Tem muitos outros alimentos doces que servem de ótimas goluseimas e que são 100% seguros para a saúde do seu cachorro.

E então, já ficou a saber se o seu cachorro pode comer chocolate e o porquê dessa resposta?

Deixe nos comentários abaixo o que acha do artigo e qualquer dúvida com que tenha ficado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *