Bicudo [Caraterísticas, Preço, …]

O pássaro Bicudo, que tem o nome científico de Oryzoborus maximiliani, também conhecido como Bicudo do Norte, Bicudo Preto e Bicudo Verdadeiro, é um pássaro muito popular entre os criadores Brasileiros devido ao seu belo canto. Na natureza tornou-se uma espécie muito rara de ser encontrada, sendo considerada em estado critico pelo IBAMA. Muito disso é culpa dos traficantes de animais, que acabam buscando os pássaros para vender no comércio ilegal, uma vez que o Bicudo atinge altos preços.




O Bicudo mede cerca de 15cm de comprimento, a plumagem dos machos é muito brilhante, sendo praticamente toda negra, e com reflexos verdes e azuis, dependendo da luz. Eles têm uma pequena mancha branca nas asas, que dá um grande contraste com as demais penas. A parte de baixo das asas também possui algumas nuances de branco. As fêmeas de Bicudo são pardas, assim como os filhotes, sendo mais escuras no dorso. Os machos começam a ficar com as penas de adulto com cerca de 12 meses de vida. A grande característica, e que dá o nome para está espécie, é o seu grande bico, que é desproporcional em relação a cabeça, por ser muito alto e grosso. O bico da maioria dos Bicudos é branco ou manchado, exceto os da subespécie Astrirostris, que são totalmente pretos.

bicudo

Alimentação Para Bicudo

São pássaros essencialmente granívoros, sendo que na natureza tem preferência por sementes de capim navalha, navalha de macaco, tiririca e também o arroz. Na criação de Bicudo você poderá oferecer diariamente uma boa mistura de sementes ou ração extrusada própria para a espécie.




Existem diversas marcas no mercado, escolha uma de boa qualidade e seu Bicudo estará bem servido. Caso resolva dar as sementes, você mesmo pode preparar uma mistura em sua casa, ela deverá ser feita a base dos painço português, verde, preto e vermelho, além de quirela de milho e arroz cateto.

Você pode colocar 100 gramas de cada uma e mais 300 gramas de alpiste. O pássaro Bicudo também gosta de comer jiló, milho verde, berinjela, pepino, couve e chicória. Na época da reprodução você poderá dar larvas de tenébrio para a fêmea tratar dos filhotes.

A alimentação para Bicudo deverá ser complementada, uma vez que ele tem como característica ingerir uma grande variedade de insetos quando está na natureza, ou seja, tem uma alimentação rica em proteínas. Você pode dar a farinha de minhoca como complemento.

bicudo preto

Como Reproduzir o Bicudo

Para poder criar o Bicudo em cativeiro é interessante que a fêmea seja jovem, com cerca de 2 anos de vida e que o macho esteja completamente negro. Procure criar as fêmeas separadas, de modo que elas não se vejam durante o ano.

Para iniciar o processo reprodutivo, o casal deverá ser mantido no mesmo local por cerca de 15 dias, sem nenhum tipo de contato visual, tampouco com a presença de outros pássaros, sendo permitido apenas que eles possam se ouvir. Isso irá fazer que ambos fiquem “quentes” e aumentem o desejo de se acasalarem.

bicudo-femea

Após este período permita que eles possam se ver, aumentando o desejo reprodutivo, culminando com ambos sendo colocados na mesma gaiola.

Deixe o casal em um local calmo, sem muito movimentos. Coloque a gaiola em um local afastado dos cantos da parede, pois eles tendem a juntar sujeira, prejudicando os filhotes. Você poderá usar viveiros, deixando o casal junto durante todo o processo de reprodução, ou então utilize gaiolas criadeiras, com a repartição no meio, colocando o macho para galar a fêmea pela manha e a tarde, separando logo em seguida.

Após o acasalamento, a fêmea irá botar de 2 a 3 ovos, que serão chocados por 13 a 15 dias. Eles podem chocar de outubro a março, conseguindo ter até 3 ninhadas neste período. Você deverá deixar um ninho para Bicudo, normalmente em formato de taça e feito de sisal, com cerca de 8cm a 8,5cm de diâmetro e 4,5cm de profundidade. Ele será bem revestido e é interessante que você coloque raízes secas para que a fêmea possa melhorar o ninho, deixando do jeito que ela quiser. Alguns criadores mantêm o macho juntamente com a fêmea, outros os separam após o acasalamento, sendo que desta forma é possível usar um macho para cobrir até 6 fêmeas, melhorando o rendimento da criação de Bicudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *